Agrupamento de Escolas de Idães envolve-se num novo Projeto Erasmus+

Agrupamento de Escolas de Idães envolve-se num novo Projeto Erasmus+

Mais uma vez, o Agrupamento de Escolas de Idães abraça a participação e o envolvimento num Projeto Erasmus+ - “Improve Teaching and Achieve Results Through Inclusion (ART&IT)”.

Este projeto, que acaba de se iniciar, será desenvolvido ao longo dos próximos 24 meses (até fevereiro de 2023), contando com a participação de alunos e professores da Roménia (país coordenador), Portugal, Espanha, Turquia e Lituânia. O grande objetivo do projeto passa pela partilha de boas práticas educativas, no que à educação inclusiva diz respeito, envolvendo as áreas da Arte e das tecnologias; simultaneamente, o projeto pretende ser, também, uma forma de contribuir para a redução do abandono escolar, nomeadamente nas escolas envolvidas.

Este grande enfoque que será dado à educação inclusiva implicará trabalhar diversas áreas: multiculturalismo, bullying, necessidades educativas especiais / dificuldades de aprendizagem, dificuldades económicas / baixos rendimentos familiares…

Pretende-se neste projeto, além dos órgãos diretivos das várias escolas, envolver professores de diversas áreas curriculares, cerca de meio milhar de alunos entre os 10 e os 16 anos (no conjunto dos países), bem como os respetivos pais e encarregados de educação.

Os grandes objetivos deste projeto são:

  1. Despertar o interesse e o envolvimento dos alunos em atividades de aprendizagem envolvendo as artes e as tecnologias, bem como o desenvolvimento de atividades correspondentes a tópicos inspirados na leitura de um livro em cada um dos quatro semestres do projeto.
  2. Criar um ambiente inclusivo e de apoio nas turmas envolvidas, abraçando diferenças sociais, financeiras, de saúde, religiosas, étnicas e de aprendizagem.
  3. Diminuir o absentismo escolar em cerca de 10% no final do primeiro ano e em mais 10% no final do segundo ano do projeto.
  4. Apoiar e aprimorar o desenvolvimento profissional de cerca de quatro dezenas de professores na área das novas tecnologias da comunicação; desta forma se promoverá igualmente a comunicação e o intercâmbio de boas práticas educativas a nível europeu.

Como resultados do mesmo, ao fim dos dois anos, pretende-se ter conseguido alcançar abordagens inovadoras para o ensino, o desenvolvimento de competências criativas a nível das artes e das TIC, o intercâmbio colaborativo de boas práticas através da flexibilidade de todos os envolvidos nas atividades, a obtenção de valor acrescentado europeu, o aumento do nível de participação e motivação dos alunos para prevenir o abandono escolar e o absentismo, a cooperação entre as escolas envolvidas e instituições locais, o desenvolvimento da autoconfiança e dos valores sociais / cívicos, o aumento da consciencialização das comunidades educativas para a multiculturalidade e para a aceitação das diferenças e ainda a promoção das escolas envolvidas a nível local, nacional e europeu.